Gastronomia na Região Rhône Alpes: uma tradição preservada, por Véronique Buisson Masi, da Biarritz Turismo

Delícias em série. Assim podemos classificar a região francesa de Rhône Alpes, que se estende do vale do rio Rhôdano aos Alpes, faz fronteira com a Itália ao leste, com a Borgonha e a Suíça ao norte, com a Auvergne ao oeste e com a Provence ao sul. Sua capital, Lyon, estampa orgulhosamente o título de capital da gastronomia francesa. Vários restaurantes estrelados, inúmeros bistrôs e o famoso mercado “Les Halles Bocuse” conferiram esse título à cidade.

Quando for a Lyon, não deixe de descobrir o mercado (localizado no bairro Part Dieu), que dispõe de uma incrível diversidade de carnes, queijos, embutidos e doces.

Outra recomendação é saborear a culinária típica de Lyon em uma das brasseries do Paul Bocuse. Imperdível, a “Brasserie de L’Est” fica dentro da antiga estação de trem Les Brotteaux.As altas montanhas – como o Mont Blanc, ponto culminante da Europa a 4.809 metros de altura – e as famosas estações de esqui não são os únicos atrativos dos Alpes. A história e as tradições da Saboia, um condado independente da França, Suíça e Itália, garantem a riqueza cultural da região.

É nos prados da Saboia que pastam as vacas que produzem os deliciosos queijos locais:  Abondance (para saborear com uma taça de vinho), Beaufort (especial para preparar a fondue), Reblochon e, claro, o queijo tipo Raclette (para preparar o prato de mesmo nome). A Saboia produz vinhos de denominação controlada “Vin de Savoie” e tem crus famosos em áreas controladas como Chignin, Apremont e Abymes, cujos vinhos brancos à base da uva Jacquère acompanham tradicionalmente raclette e fondue.

Se o cacau é produzido em regiões tropicais, é na Europa que sua transformação em chocolate chega à perfeição. A Bégica, a Suíça e a França têm, provavelmente, os melhores chocolates do mundo capitaneados com as marcas Godiva, Lindt ou Richart. A empresa Valrhôna faz parte dessa tradição, produzindo chocolates para os chefs patissiers de todo o mundo. Em 2014, a marca abriu o museu “La Cité du Chocolate” em Tain l’Hermitage (entre Lyon e Valence), no qual é possível descobrir um pouco mais sobre essa iguaria, degustar inúmeros chocolates e enlouquecer na loja!

Para fechar a viagem com chave de ouro, é possível alcançar o topo da gastronomia mundial com um almoço ou um jantar na Maison PIC, em Valence – um dos poucos restaurantes do mundo agraciado com três estrelas no prestigiado Guia Michelin.

Ficou interessado em conhecer os sabores da região Rhône Alpes? Você pode solicitar para Biarritz Turismo a organização do seu roteiro. Definindo o roteiro, basta aproveitar as vantagens da Supercâmbio para comprar Euro totalmente online, sem sair de casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami