Intercâmbio após os 50 anos: já pensou nesta possibilidade?

Quem pensa que intercâmbio é apenas para os mais jovens está muito enganado. O público com mais de 50 anos que busca programas para estudar no exterior não para de crescer. Nos últimos anos, a procura aumentou 50%. Mais do que colocar um mochilão nas costas e postar fotos em redes sociais, estas pessoas querem uma viagem planejada, aprender a falar bem a língua que decidiram estudar e aproveitar cada minuto. “A ideia mesmo é conhecer a cultura do local escolhido, em uma verdadeira vivência na cidade, não apenas acadêmica”, conta a gerente de Vendas da STB – Student Travel Bureau, Taís Garcia.

Há algumas situações parecidas para os dois tipos de intercambistas, mas quem já está nesta fase diferente (e mais evoluída) da vida, e opta por uma viagem dessas sozinho, ou com um amigo – o que é bem comum -, escolhe condições um pouco distintas. Acomodação, carga horária de estudos, conteúdo, tamanho da turma são algumas das diferenças. “Muitos preferem alugar um apartamento, e quem fica em alguma casa de família decide por opções mais executivas, com casas mais bem localizadas, banheiros individuais e mais opções de alimentação”, conta Taís.

Estes pacotes de intercâmbio após os 50 anos costumam incluir City Tour, visitas a museus e teatros. Uma outra diferença é que estes cursos duram menos tempo, variam entre uma e quatro semanas. E o perfil das pessoas também muda bastante. Muitas querem aprimorar o inglês, pois não se sentem tão seguras com a língua em seu ambiente de trabalho no Brasil. Outras querem aprender outro idioma ou outra atividade, e isto é o mais bacana: “Além da língua estrangeira, há aulas voltadas para o aperfeiçoamento de paixões, como cursos de gastronomia, vinho e moda, o que deixa o intercâmbio ainda mais interessante”, explica Taís. Há muitas opções ao redor do mundo, e os preços variam bastante. O bom é que todos oferecem boas condições de pagamento. Taís sugere a Anglo-Continental, na cidade de Bournemouth, na Inglaterra, que possui mais de 65 anos de experiência. As aulas de lá são voltadas a pessoas com mais experiência, e trazem conteúdos específicos. Além disso, os cursos são mais culturais, com passeios e aulas práticas. Outra opção de destino sempre procurada pelos brasileiros é Dublin, que encanta pela sua receptividade.

O importante é lembrar que com 13 ou 50 anos, um intercâmbio é uma experiência incrível, que ficará pra sempre. E para garantir que sua viagem seja a melhor possível, não esqueça de sair do Brasil com a moeda estrangeira local. Faça as malas. Sua bagagem de retorno trará muito mais coragem, conhecimento e vontade de querer aprender (e viver) sempre mais.

* A Supercâmbio é primeiro portal online de comparação de taxas de câmbio e compra de moedas estrangeiras do Brasil. No site, o cliente pesquisa a cotação do câmbio de hoje nas melhores casas de câmbio e concluiu seu pedido sem sair de casa. Entre as opções estão dólar, euro, pesos e outras 15 moedas de diferentes países. O pagamento é feito diretamente para a empresa escolhida e a moeda é retirada na loja selecionada ou, se a opção for delivery, a entrega é feita no local indicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami