3 países onde é mais vantajoso levar dólar do que a moeda local

Planejar uma viagem internacional começa por analisar os orçamentos para concretizá-la. E isso implica em conhecer sobre a economia do país e, principalmente, a moeda que circula dentro do território em vista. O dólar, por exemplo, é universal. Os principais destinos turísticos do mundo o aceitam, mas, diante das suas oscilações, os viajantes ainda estão temerosos com prejuízos na hora de comprá-lo. Na maior parte das vezes, levar a moeda local é a estratégia mais correta para evitar perdas na hora de fazer câmbio – afinal você terá que fazer duas operações de câmbio: de real para dólar e de dólar para moeda local. Porém, em alguns lugares do planeta, essa regra básica cai por terra e o dólar acaba sendo mais vantajoso. Tem duvidas? Então, confere três destinos que se enquadram na exceção à regra.

República Dominicana: Este é um dos países mais procurados pelos casais. Suas praias e ilhas paradisíacas somadas a infra-estrutura completa dos resorts, transformam a República Dominicana na primeira opção para viagens de lua-de-mel e outras comemorações românticas. A moeda corrente é o peso dominicano, que é bastante desvalorizado em relação à moeda americana. Atualmente, U$1 vale 38 pesos dominicanos e esta taxa faz com que o dólar seja a moeda preferida dos estabelecimentos comerciais do país. Além disso, já ao desembarcar na República Dominicana, há uma taxa obrigatória de U$ 10 para ter direito ao cartão de turismo do local. Se você planeja uma viagem a dois pelas águas azuis das ilhas deste país, fique ligado, o dólar é mais vantajoso.

Panamá: Este é um país que, nos últimos anos, está no radar dos viajantes internacionais. Com o boom dos voos da Copa Airlines saindo de vários lugares da América do Sul, o Panamá ficou muito mais conhecido. Em grande parte, os turistas aproveitam suas viagens aos Estados Unidos ou Caribe para conhecerem a Cidade do Panamá, onde está localizado o Hub das Américas. A moeda local é o balboa, e certamente você nunca ouviu falar dela, justamente por que o país é bem americanizado e porque o balboa só existe na versão metálica (não há cédulas). No Panamá, você usará o dólar americano para tudo.

Indonésia: Certamente nos roteiros dos viajantes que apreciam a prática do surf, a Indonésia é um sonho, muito por conta de Bali. A ilha se eternizou devido aos filmes hollywoodianos que exploram seu exótico cenário. E, é claro, as ondas atraem surfistas do mundo todo. Neste país, é preferível levar o dólar do que a rúpia indonésia, por dois motivos: é mais barato e mais fácil de operar. A grande quantidade de zeros da moeda local pode causar um confusão aos turistas. Por exemplo, 100.000 rúpias valem cerca de R$ 26 na cotação atual. Por ser uma moeda de muitos números, as lojas e cardápios utilizam apenas os valores em dólares, para não confundir o viajante.

Planejando viajar para algum desses destinos? Não dê bobeira e providencie seus dólares na Supercâmbio. Além de comparar as taxas oferecidas por diversas casas de câmbio, você ainda pode cadastrar a Taxa-alvo. A Taxa-alvo é uma ferramenta gratuita na qual você indica a cotação do dólar (ou outras 15 moedas) que você considera ideal e, se a cotação chegar ao patamar desejado dentro do prazo informado, a Supercâmbio te avisa.

*A Supercâmbio é primeiro portal online de comparação de taxas de câmbio e compra de moedas estrangeiras do Brasil. No site, o cliente pesquisa a cotação do câmbio de hoje nas melhores casas de câmbio e concluiu seu pedido sem sair de casa. Entre as opções estão Dólar, Euro, Pesos e outras 15 moedas de diferentes países. O pagamento é feito diretamente para a empresa escolhida e a moeda é retirada na loja selecionada ou, se a opção for delivery, a entrega é feita no local indicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami