O fascinante e irresistível Marrocos – Por Beto Conte, STB Trip & Travel

O Marrocos sempre me fascinou, por sua proximidade geográfica com a Europa e por ser um mundo cultural a parte. Em abril 2018 retornarei a este fascinante país no noroeste da África – banhado pelos oceanos Atlântico e Mediterrâneo, coberto de montanhas e desertos. Um verdadeiro cruzamento geográfico, histórico e cultural, entre a Europa e a África.

Em nosso 34o Grand Tour by Beto Conte – viagens de imersão cultural que acompanho há quase 30 anos – atravessaremos o país desde a costa Atlântica, passando por cidades imperiais, ruínas romanas, montanhas, povoados pitorescos, deslumbrantes vales e desfiladeiros, culminando com o mágico Deserto do Saara.

Kasbah, em Fez

Será a oportunidade de desbravar os souks e medinas de Fez e Marrakech, os palácios de Casablanca e Rabat, atravessar a cordilheira do Atlas, além de percorrer a rota das mil Kasbahs – as centenárias fortalezas de terracota – e a cênica cidade costeira de Essaouira.

Porto de Essaouira. Foto: Rodrigo Baleia/Divulgação

Ao longo da viagem faremos uma imersão na história desta região habitada desde a Antiguidade por populações berberes, com povoamentos de fenícios, cartagineses, romanos, vândalos e bizantinos. Islamizada pelos árabes no séc. VIII, as dinastias dos Idríssidas, Almorávidas e Alauitas nos envolvem com seu refinado legado cultural muçulmano.

 Pontos de Interesse

CASABLANCA

Mesquita de Casablanca. Foto: Rodrigo Baleia/Divulgação

A primeira menção do porto comercial que viria a se tornar Casablanca data do século XII. Disputada por inúmeras dinastias imperiais, a cidade foi exaltada quatro séculos depois pelo geógrafo Leão, o Africano, por seus “templos, belíssimas lojas e palácios”, que resistiram a invasões portuguesas dos anos anteriores. A cidade se reergueu apenas no século XIX, quando foi colonizada pelas tribos berberes, integrada na comunidade marítima europeia e nomeada Dar El-Beida (A casa branca). A partir de 1912 o protetorado francês expande a cidade para além das muralhas da cidade velha. Os urbanistas franceses aplicaram princípios inovadores para construir a cidade moderna, criando um museu a céu aberto que atrai arquitetos do mundo inteiro até os dias de hoje.

RABAT

Monumento da Torre de Hassan, em Rabat.

Na costa do Atlântico, a capital administrativa do reino, Rabat, acumula uma enorme variedade de monumentos arquitetônicos, como o Mosteiro Hassan e a as muralhas de Almohad que datam do século XII, assim como prédios modernos construídos durante o protetorado francês. A Unesco descreve a cidade como um dos projetos urbanos mais ambiciosos e completos levado a cabo na África durante o século XX. Rabat é um paraíso verdejante de calma e tranquilidade, ideal tanto para um passeio agradável quanto para uma introdução a arte marroquina contemporânea no Museu Mohamed VI.

Entre suas atrações, o sítio arqueológico romano de Chellah com o rio Bouregreg ao fundo, a torre Hassan e o Mausoléu de Mohamed V, e a cidade antiga em torno da KasbahOudaya.

 

FEZ

Riad Dar Bensouda, em Fez.

Em Fez encontra-se a universidade mais antiga do mundo, fundada no século IX. A cidade atingiu seu apogeu durante a dinastia Marinid, quando substituiu Marrakesh como a capital imperial. A arte marroquina e andaluza pode ser encontrada nos principais monumentos da cidade antiga: madrasas (escolas islâmicas), fondouks (hotéis) e palácios majestosos.  Para os marroquinos, Fez permanece sendo a capital cultural e espiritual do reino. A herança cultural da cidade é comemorada na primavera durante o Festival de Musica Sacra.

Ótima base para explorar os sítios turísticos próximos a cidade como a cidade sagrada de MoulayIdriss, famosa pelo Mausoléu de Idriss I, um local sagrado, aberto apenas para muçulmanos. Bem como o centro arqueológico de Volubilis, a capital antiga da Mauritânia, fundada no século III a.C., que se tornou um importante posto avançado do império Romano com belas edificações da antiguidade.

Tannerie Chouwara, curtume em Fez.

Além de Meknes, com sua Medina (cidade murada) e pela praça das  Ruínas, que conecta a cidade murada com sua Kasbah (fortaleza), passando pelo portão da cidade Bab Mansour, assim como suas medersas (escolas religiosas), palácios e a Grande Mesquita.

DESERTO DO SAARA

Uma longa e cênica viagem para Merzouga, às portas do deserto do Saara. No caminho, vislumbraremos uma paisagem constantemente em transformação, da floresta de cedros em Ifrane, a cidade de Azrou, no coração dos alpes marroquinos,  passando pelo Alto Atlas,  e pelo pacífico oásis do Vale Ziz.

Deserto do Saara.

Terminando em um exclusivo Acampamento no Deserto – Uma noite única nas dunas do Deserto Saara esculpidas pelo vento começa com um excitante passeio de camelo de 30 minutos para chegar até o acampamento culminando com jantar à luz de velas, sob o mais límpido céu estrelado da Terra e apreciando uma percussão musical típica das tribos nômades.

MARRAKECH

“Marrakesh me ensinou sobre as cores” foi a verdade professada pelo famoso designer francês Yves-Saint-Laurent, que escolheu o Marrocos como seu segundo lar. Fundada em 1070 pelo Império Almoravida, Marrakesh tornou-se um centro político e cultural, influente em todo o Norte da África e Andaluzia. O Mosteiro Koutobia, monumento essencial da cultura muçulmana na cidade data deste período, com seu minarete único de 77 metros de altura.  Do teatro a céu aberto da Praça Jamaa El Fna, ao oásis natural de palmeiras e os legendários Jardins Majorelle, acidade um vasto monumento de cores encantadoras.

Uma viagem sensorial pelas cores da rica artesania local, os sabores da culinária Magrebiana, o som do muezzin das mesquitas e os aromas dos mercados.

Hotel Mamounia, em Marrakech

Vivências exclusivas em um Riad do séc. XV II no coração de Fez que nos remete as estórias das mil e uma noites, acampamento em grande estilo nas dunas do deserto, uma viagem no tempo pernoitando em um Kasbah nas montanhas e “granfinale” em Marrakech com 4 noites no Mamounia – o hotel-palácio mais célebre do país que já hospedou desde Churchill a Paul McCartney. Experiências únicas neste instigante mundo árabo-berbere.

Saiba mais:

Este programa de viagem em alto estilo acontece de 31 de março a 14 de abril 2018 – melhor época do ano para desvendar o país.

Confira valores e detalhes no site da STB Trip & Travel.  Mais informações em uma das 3 unidades em Porto Alegre – Moinhos, Viva Open Mall e Paseo Zona Sul. # (51) 4001.3000 ou com Beto, pelo email betoconte@stb.com.br

Beto Conte, do STB Trip & Travel, já percorreu 133 países nos 5 continentes e colabora com suas impressões para o blog da Supercâmbio. Confira os relatos de viagens do Beto conduzindo os Grand Tour STB pelo mundo no blog  www.betonomundo.wordpress.com.

*  A Supercâmbio é primeiro portal online de comparação de taxas de câmbio e compra de moedas estrangeiras do Brasil. No site, o cliente pesquisa a cotação do câmbio de hoje nas melhores casas de câmbio e concluiu seu pedido sem sair de casa. Entre as opções estão dólar, euro, pesos e outras 15 moedas de diferentes países. O pagamento é feito diretamente para a empresa escolhida e a moeda é retirada na loja selecionada ou, se a opção for delivery, a entrega é feita no local indicado.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami