Câmbio e recuperação econômica “with a little help from my friends” – Por Fernando Ferrari Filho

Há cinquenta anos os Beatles lançavam seu emblemático e aclamado álbum de estúdio Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. Nele, Lennon e McCartney compuseram With a little help from my friends, cantada por Ringo Star, cuja ideia é, simplesmente, mostrar como os amigos podem ajudar a superar as dificuldades cotidianas da vida.

Por que começo este breve texto sobre câmbio e economia com a referida canção dos Beatles? Além, naturalmente, de manifestar ao leitor a minha preferência musical pelos fab four, a analogia à canção dos Beatles decorre pelo fato de que a estabilidade de nossa taxa de câmbio, há algum tempo ao redor de R$ 3,15/US$ 1,00, e a provável recuperação da economia brasileira dependem da “pequena ajuda dos amigos”, sendo que, nesse caso, os amigos são tanto o cenário internacional favorável quanto os preços das commodities agrícolas e minerais. Explico!

Os mais recentes indicadores externos da economia brasileira, final de julho, mostram que o balanço de pagamentos tem contribuído para o equilíbrio das contas externas e que o drive da recuperação de nossa economia, no médio prazo, deverá ser as exportações líquidas: entre agosto de 2016 e julho do corrente ano, a balança comercial acumulou um superávit da ordem de US$ 59,3 bilhões, bem como o déficit de balanço de pagamentos em transações de correntes recuou para US$ 13,8 bilhões, equivalente a 0,7% do PIB, o menor dos últimos dez anos.

Segundo a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, os principais motivos para a boa performance do setor externo foram a elevação dos preços das commodities e o crescimento do volume das exportações brasileiras, direcionadas principalmente para a China, os países da zona do euro e os Estados Unidos.

Por sua vez, entre janeiro e julho do corrente ano, os investimentos diretos no Brasil totalizaram ingressos líquidos de US$ 40,4 bilhões e as reservas cambiais, pelo conceito de liquidez, atingiram, ao final de julho de 2017, o montante de US$ 381,0 bilhões.

Pois bem, diante desses números, não é surpresa alguma a taxa de câmbio ter se estabilizado no atual valor e o setor externo estar sendo apontado pelos analistas econômicos como a solução para que a economia brasileira saia do “fundo poço”. Todavia, para que não haja mudanças dessas tendências, é bom torcermos para que o Brasil continue tendo uma little help from [its] friends (economia mundial).

* Fernando Ferrari Filho é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

** A Supercâmbio é primeiro portal online de comparação de taxas de câmbio e compra de moedas estrangeiras do Brasil. No site, o cliente pesquisa a cotação do câmbio de hoje nas melhores casas de câmbio e conclui seu pedido sem sair de casa. Entre as opções estão dólareuropesos e outras 15 moedas de diferentes países. O pagamento é feito diretamente para a empresa escolhida e a moeda é retirada na loja selecionada ou, se a opção for delivery, a entrega é feita no local indicado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami